Category

Artes

Trabalhos dos alunos: área das ARTES

By | Artes, Atividades, Destaques | No Comments

Como de hábito, divulgamos, através da plataforma Wakelet, acessível, por ano de escolaridade, nos links abaixo, os trabalhos realizados pelos alunos ao longo do ano letivo, na área das Artes.

Parabéns a todos os alunos, pelo trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo 2023/24 e boas férias para todos!

Trabalhos dos alunos sobre os Direitos Humanos

By | Artes, Atividades, Clubes, Destaques | No Comments
Uma vez que os nossos alunos dominam cada vez mais os meios tecnológicos, foi pedido no âmbito da disciplina de ODP, sobre o tema dos Direitos Humanos, a elaboração de um vídeo, a partir da dramatização ou de Stop Motion sobre um dos artigos da declaração dos Direitos Humanos.” com os seus recursos tecnológicos
( telemóvel, computador).

96A4EE3C-22DF-45E5-AF04-6F1D48622E19.mov

O vídeo é realizado no Clube de Arte e tem como objetivo de dar asas à imaginação do criador.                                          

Neste vídeo apresentamos o entusiasmo de uma aluna no relato como  criou do seu gato imaginário.  A aluna descreve os materiais utilizados para dar corpo ao gato e no fim manifesta no seu sorriso a sua satisfação no resultado do seu trabalho.  

No Clube de Arte valorizamos a criatividade do aluno, porque a Arte é inventar, experimentar, crescer, correr riscos, quebrar regras, cometer erros e se divertir. 

Galeria com os trabalhos de EV – 3º ciclo

By | Artes, Destaques | No Comments

Uma vez, que não foi possível realizar a habitual exposição dos trabalhos dos alunos de EV do 3º ciclo na escola, procederam os professores da disciplina, Cármen Augusto e Rui Dário,  em articulação com a subscoordenação de Artes, à organização das realizações dos alunos, que abaixo se divulgam, pois entende-se ser gratificante expor as concretizações feitas ao longo do ano, ainda que virtualmente.

Fica o convite para visitar esta  Galeria online: https://wakelet.com/@ArtisticesEV

Profª Cármen e prof Rui

Subdepartamento de Artes no E@D

By | Artes, Destaques | No Comments

Subdepartamento de ARTES : E@D – Plano de Ensino à Distância

Os alunos do 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 9.º ano desenvolveram atividades no âmbito da disciplina de EDUCAÇÃO VISUAL e EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA.

A todos PARABÉNS PELO INTERESSE, EMPENHO E CRIATIVIDADE.

Poderão ver mais trabalhos  no link abaixo:

https://www.facebook.com/Clube-de-Comunica%C3%A7%C3%A3o-Escola-B%C3%A1sica-de-Aver-o-Mar-221525254613712/

Momentos de ARTE

By | Artes, Atividades | No Comments

Os alunos do 6º ano de escolaridade da Escola Básica de Aver-o-Mar desenvolveram, nas disciplinas de educação visual e educação tecnológica, a atividade Momentos de Arte.

Na disciplina de educação visual fizeram o estudo da letra bidimensional onde exploraram a figura fundo. Na disciplina de educação tecnológica construíram letras tridimensionais utilizando diversos materiais, nomeadamente legos, cortiça, cartão, eva entre outros.

Os trabalhos realizados encontram-se em exposição no piso superior do bloco D.

Agrupamento de Aver-o-Mar apresenta OS MISERÁVEIS

By | Artes, Atividades | No Comments

Decorreu, no Cineteatro Garrett, na noite do passado dia 27 de junho, a apresentação de “Os miseráveis”, pelo grupo de Teatro AVERteatro, tendo ainda tomado posse, nesse espaço, os elementos da direção do Agrupamento de Escolas de Aver-o-Mar.

Depois de, há dois anos, ter encenado “O Fantasma da Ópera” e de, no final do último ano letivo, ter levado à cena O Conde de Monte Cristo, Andreia Teixeira, técnica social em funções no Agrupamento, apresentou este clássico de Vitor Hugo. A apresentação, com cerca de 1.30h, teve momentos de forte intensidade, entrecortados por algumas notas mais humorísticas, tendo o público, no final, aplaudido o trabalho destes artistas amadores, entre alunos (de todas as idades), professores e funcionários.
A noite terminou com a tomada de posse dos restantes elementos da direção do Agrupamento, isto após o diretor, Carlos Gomes de Sá, ter tomado posse perante o Conselho Geral. Assim, foi empossada, para o quadriénio 2017/2021, como subdiretora, Helena Costa e como adjuntos, Emília Quintas e José Carlos Rocha.
Por sua vez, os intervenientes na peça teatral foram os seguintes:
PERSONAGENS
JEAN VALLEJAN: José Fontes
JAVERT: José Loureiro
FANTINE: Francisca Ribeiro
EPONINE : Ana Moreira e Inês Silva
COSETTE: Rute Aguiar e Andreia Azevedo
MARIUS: Pedro Torrão
LUCRÉCIA: Filomena Oliveira
ADOLFO: Luís Costa
BISPO: José Bernardino
IRMÃ DO BISPO: Conceição Magalhães
EUGÉNIA: Teresa Pereira
GAVROCHE: Rui Fontes
AMIGOS MARIUS: Francisca Ribeiro e Vasco Ribeiro
TIO MARIUS: João Silva
MADAME: Clara Vilar
POLICIAS: Rui Fontes, Paulo Carreira e Duarte Gomes
ESTALAJEIROS: Duarte Gomes e Ana Gomes
POVO: Ana Ferreira, Teresa Salgado e Marta Ferreira
EMPREGADA: Marta Antunes, Carla Rocha, Fátima Morais, Clara Neiva, Anabela Moreira e Anabela
CONTRAMESTRE: João Silva
CANTORA LÍRICA: Lenabel Pinheiro
Encenação e adaptação: Andreia Teixeira
Guarda-roupa e adereços: Ana Cândida, Ilda Morim ,Paulo Carreira e Duarte Gomes
Cenografia: Andreia Teixeira e Fátima Cunha
A história deste clássico de Vitor Hugo pode resumir-se no seguinte:
Por ter roubado um pão, Jean Valjean é condenado pelo tribunal de Faverolle, em França, a cinco anos de prisão. As sucessivas tentativas de fuga fazem alongar a pena e ele acaba por ficar preso durante dezanove anos. Cumprida a pena é posto em liberdade condicional com a obrigatoriedade de se apresentar regularmente, correndo o risco de passar o resto da vida preso se não o fizer. Sente-se discriminado por todos, com a exceção do bispo Bienvenu que se dispõe a ajudá-lo. Porém, em vez de lhe ficar grato, rouba-lhe as pratas. Levado à presença do bispo este, contra o que seria de esperar, defende-o dizendo que foi ele próprio que lhas deu e acrescentando ainda que Valjean se esquecera de levar os castiçais. Por esta bondade Valjean volta a acreditar nas pessoas. Mais tarde, já um empresário próspero e presidente da camara da cidade, torna-se respeitado e adota Cosette, sobretudo para se redimir por ter deixado a mãe desta, sua empregada, sido despedida da fábrica o que a levou a perder a saúde e a custódia da filha durante anos. Um dia Valjean socorre um aldeão que ficou preso sob uma carroça pesada. A força que ele revela faz lembrar, ao chefe da polícia, Javert, que assiste a tudo, um prisioneiro que encontrara no passado. Decide então investigar o passado de Valjean e descobre que ele nunca cumpriu a imposição da liberdade condicional. A partir daí Jean Valjean, juntamente com Cosette, passam o resto da vida a fugir de Javert que passa a persegui-lo sem lhe dar tréguas.
Foi mais um momento alto na história o Agrupamento, tendo a atividade lotado, quase por completo, o majestoso CineTeatro Garrett, que aplaudiu, em pé e de forma efusiva, os intervenientes.
No final da sessão, Carlos Gomes de Sá, diretor do Agrupamento, apresentou, ainda, o filme da intervenção projetada para a Escola Básica de Aver-o-Mar, obra de ampliação e reaqualificação há muito ansiada, bem como os resultados de final de período, sendo, em termos globais, um ano melhor que o anterior, atestando, assim, a senda de sucesso que os alunos do Agrupamento vêm trilhando.

Help-Desk